A LOJA DO FUTURO : Como a tendência do digital influenciará o comércio e o retalho ?

A tendência do digital está a transformar o ecossistema do sector do comércio e do retalho. Muito se fala da era digital e da forma como esta pode gerar novas vendas e novas experiências a um consumidor cada vez mais conectado e exigente.

Quando o comércio electrónico apareceu, os retalhistas ficaram assustados e pensaram que poderia ser o fim das lojas físicas. A verdade é que não foi o fim, e sim, o início de uma nova era de desenvolvimento e conhecimento do próprio consumidor, que também está a mudar.

Assim, o retalho passou a ter um desafio, satisfazer consumidores mais digitais e exigentes que procuram num mundo físico o que encontram no digital.

Este novo tipo de consumidor quando se desloca a uma loja física, já fez uma pesquisa prévia online do produto ou serviço. Ou seja, já tem informação sobre aquilo que procura e alguma expectativa sobre o mesmo, algo que tanto pode ser vantajoso como catastrófico para as vendas.

A ERA DIGITAL

Podemos afirmar que a era digital oferece enormes oportunidades que levam à remodelação da experiência do cliente. Quando as pessoas, os processos, os dados e toda esta informação digital estão conectados, existe assim, uma incrível oportunidade de re-imaginar o retalho, oferecer melhores experiências e novos modelos operacionais para aumentar a eficiência e o valor para o consumidor.

Nos espaços comerciais, os consumidores procuram uma experiência de confiança como a que têm online, o que levou as empresas e marcas a adotar uma estratégia Omnicanal. Ou seja, as marcas têm necessidade de socorrer-se a ferramentas que permitam conquistar a atenção dos seus clientes, assegurar a satisfação e proporcionar novas experiências de consumo, seja online ou offline.

EXPERIÊNCIA DE COMPRA

A Loja do Futuro : Como a tendência do digital influenciará o comércio e o retalho ?

O retalho físico é cada vez mais permeado pelo digital ! Os retalhistas começam a abordar a estratégia omnicanal, criando pontos de contacto com o cliente ao longo de todo o seu caminho de compra.

Desta forma, todo o percurso do cliente é unificado numa experiência personalizada e eficiente. Os ecrãs de sinalética digital são pontos de exibição de conteúdos digitais dinâmicos e são um dos meios de comunicação utilizados pelas marcas para abordar o cliente, com o objectivo de captar a atenção dos clientes.

Mas, até a própria sinalética digital está a evoluir. Já não basta ser um ecrã dinâmico, é preciso também torná-lo numa experiência física, digital e real.

Agora, os retalhistas têm à sua disposição sistemas de monitorização, com capacidade para medir e analisar de forma eficaz os padrões de tráfego dos seus clientes nas lojas. Informação que pode incluir: quantos clientes estão dentro da loja, quais as zonas que frequentam mais, entre outras informações que podem ajudar na adaptação de estratégias de exposição e configuração da loja, de forma a maximizar as vendas e a minimizar a congestão em locais.

Experiência de compra feita em casa / online :

  • Personalização – Envio de cupões / personalizados para casa;
  • Crowdsourced – Capacidade de decisão ligada as redes sociais e aos novos influenciadores como youtubers e bloggers;
  • Pick Up na loja – Encomendar online e levantar o artigo em loja;
  • Cross-selling e Up-Selling – Apresentar produtos complementares e / ou PREMIUM, encorajando o cliente a gastar mais mas ao mesmo tempo, fornecer-lhe o retorno de um melhor serviço / produto.

A Loja do Futuro : Como a tendência do digital influenciará o comércio e o retalho

Experiência de compra em loja física :

  • Espelho digital como o MY VM – MY VIRTUAL MIRROR – além do cliente visualizar como fica, pode ver todos os pormenores do artigo, publicar imagens nas redes sociais para que amigos possam comentar e ver, enviar imagens para email, gravar vídeos, ver colecções da loja por marca, preço, categoria de produto, etc;
  • Envolvimento com o cliente através do mobile , proporcionado por exemplo por URBIOTIC WIFI ou até o pagamento móvel dos produtos;
  • Quiosques multimédia e Mupis Digitais – Acesso ao catálogo, wayfinding, comparação de preços, inscrição no site da loja, preenchimento de formulários de adesão a cartão cliente, comentários de clientes, entre outros.

São muitas as opções que esta nova era tecnológica e digital oferece aos consumidores e aos retalhistas.

A loja do futuro, é aquela que consegue unir com sucesso o canal físico com o canal digital e proporcionar ao cliente uma experiência interactiva e satisfatória. As expectativas dos consumidores são as que ditam tendências.

REALIDADE AUMENTADA

A realidade virtual e aumentada também transformou a forma como os consumidores adquirem e avaliam os produtos.

Esta é uma das grandes tendências digitais. No retalho, os espelhos interactivos, são um exemplo de integração entre digital signage e realidade aumentada.

Esta poderá ser uma ferramenta muito importante, pois permite que qualquer pessoa possa experimentar virtualmente, uma peça de roupa, vendo o resultado final em poucos segundos. Todas estas soluções terão, evidentemente, um impacto visível no conceito de retalho físico como o conhecemos actualmente.

Os quiosques interactivos e mupis digitais podem também ser utilizados nesta vertente e com vários fins como: branding, pesquisa e comparação de produtos, navegação dentro da loja, entretenimento.

Esta conectividade de plataformas e meios não só entrega maior controlo sobre a experiência de compra como pode levar a que o cliente permaneça mais tempo no espaço.

MERCADO EM CRESCIMENTO

“Apesar de ser um mercado maduro internacionalmente, em Portugal, ainda existe muito por fazer.” realça Miguel Soares, CEO e Fundador da PARTTEAM, empresa fabricante de quiosques e mupis digitais interactivos em Portugal.

A PARTTEAM através da sua tecnologia interactiva desenvolve vários projectos à medida para diferentes sectores de mercado, o comércio e retalho é um deles.

Com mais de 17 anos a actuar em diversas áreas, nomeadamente Sistemas Multimédia Interactivos, a PARTTEAM, tem uma capacidade de produção flexível que permite uma resposta rápida para volumes baixos e altos de produção.

As potencialidades apresentadas por estes novos modelos de comunicação digital e de apresentação de conteúdos são incontornáveis.

A implementação desta estratégia omnicanal digital contribui com inúmeras vantagens para retalhistas como:

  •  Aumento das vendas;
  •  Ampliação de awareness em relação a determinados produtos, serviços, ofertas e promoções;
  • Apresentação virtual;
  • Aproximação da marca com o cliente;
  • Proporcionar confiança;
  • Entre outros.

Será que os retalhistas estão prontos para estas transformações ?

A PARTTEAM sabe que sim e por isso, continua a trabalhar para desenvolver produtos e soluções com a qualidade exigida de um mercado cada vez mais autónomo, exigente e tecnológico.

SAIBA MAIS : CLIQUE AQUI